Getting My Disfunção erétil To Work

Os hormônios são chamados também de “mensageiros químicos do organismo”, pois os hormônios regulam o desenvolvimento, o crescimento, e atuam no controle das excitingções de diversos tecidos, ajudando nas entertainingções reprodutivas e ainda regulam o metabolismo, que é o processo utilizado pelo corpo para produzir a energia por meio dos alimentos.

Melhor que o emprego das repercussões periféricas (biópsia de endométrio, colpocitologia funcional, temperatura basal), a medida da progesterona responsável por tais efeitos é, sem dúvida, o melhor índice da presença de um corpo amarelo atuante.

Um mesmo hormônio pode afetar um tecido de forma diferente daquela com que ele afetaria um outro tecido, pois os tecidos celulares estão programados para responder de forma diferente a um mesmo hormônio.

O estrogênio age no crescimento do tecido endométrico, enquanto a progesterona facilita a secreção nesse tecido que reveste o útero, a fim de que o óvulo fertilizado (ovo) possa ser implantado com sucesso.

O hormônio causa a formação do muco do ovário, que é necessário para que o óvulo possa ser implantado.

Durante gravidez , a progesterona também estimula o desenvolvimento das glândulas nos seios que são responsáveis pela produção de leite.

Até mesmo os mais predominantes sintomas da menopausa – fogachos e secura vaginal – desaparecem rapidamente com a aplicações de progesterona normal.

Então, a transcrição dessa mensagem diferente pelo mRNA e a subseqüente Conveyão dos respectivos genes em ações protéicas, é o que causa todos esses males, geralmente a médio e longo prazos. O mesmo acontece, aliás, com todas as substâncias que funcionamento do pênis mimetizam hormônios, como a genisteína (das isoflavonas), os ftalatos (liberados por certos materiais quando aquecidos, como copos plásticos e mamadeiras), a diosgenina (encontrada no inhame e outros tubérculos), os agrotóxicos (pesticidas e herbicidas), além de muitos outros subprodutos da petroquímica. Quando o médico prescreve a tradicional “dobradinha” estrógenos conjugados com progestina, a paciente passa a receber ainda mais estrogênio (aumentando, assim, o desequilíbrio hormonal through predominância estrogênica) e nenhuma progesterona, tão necessária para devolver o equilíbrio, pois as progestinas agem de forma diferente da progesterona organic.

Aliás, a proliferação desses “imitadores de hormônios” through produtos petroquímicos, mais os hormônios sintéticos utilizados nos anticoncepcionais e lançados nos sistemas de esgoto, também seriam a causa de alterações nos corpos das meninas (e meninos, segundo alguns), causando também uma maturação cada vez mais precoce — em algumas populações a menarca (primeira menstruação) já ocorre aos 9 e até aos eight anos de idade!

No caso do óvulo não ser fecundado, ou de o embrião não ser viável, o corpo amarelo desaparece e os níveis de estrogeneos e de progesterona descem subitamente, provocando o desagregar do revestimento interno do útero e a sua saída para o exterior: é a menstruação.

Os hormônios aspectos originais tendem a explicar a sua eficácia como método de controle de natalidade.

Os hormônios femininos sofrem grandes mudanças no for everyíodo menstrual, causando a tensão pré-menstrual (TPM). A administração de progesterona equilibra a predominância estrogênica, mostrando-se assim basic na prevenção dos sintomas mais comuns da TPM, como dores de cabeça, irritabilidade, mudanças bruscas de humor, agressividade e depressão.

Ao mesmo tempo em que é proclamado como o principal ingrediente que falta na mulher com menopausa, o estrogênio é altamente recomendado pelas indústrias médicas e farmacêuticas para prevenção de doenças cardiovasculares e da osteoporose. Em praticamente qualquer consultório médico em que entrem hoje em dia, as mulheres serão advertidas sobre os riscos inerentes à menopausa e pós-menopausa, se não tiverem a proteção do estrogênio.

O uso indiscriminado de contra conceptivos, sem acompanhamento médico, pode elevar o nível do colesterol LDL, o colesterol mal e reduzir o nível do HDL, o colesterol bom. Por isso o uso de contraconceptivos deve ser sempre acompanhado de um médico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *